sexta-feira, janeiro 23, 2015

Bodas de Pérola - Lourdes e Izaias

E então, minha linda Maria de Lourdes, minha sempre namorada tão querida e eu completamos trinta anos de matrimônio. 
Tivemos nossas bodas de pérola na estrada, viajando de Primavera do Leste para a Fazenda da Mata, no município de Torixoréu, o lugar onde nasci.
Logo de manhã, uma parada na Cantina da Uva, na BR-070 para um delicioso café da manhã, com suco, frutas, coca e pão fresco.
O lugar foi bastante acolhedor, mas não pudemos desfrutar do entorno porque começou a chover.
Mariza, nossa filha e Davi, nosso neto viajavam conosco. Alguém precisava tirar as fotos e a companhia deles foi imensamente agradável.
Então deixamos a cantina e prosseguimos pela BR-070.
No local denominado "Paredão", nós fizemos uma parada em uma bela paisagem. Cenário rural. 
Essa porteira é a entrada de uma bela propriedade.
Avançando em nossa viagem chegamos em Barra do Garças, onde fizemos uma rápida visita ao tio Carlinhos, tia Suzana, Ygo e Nayala.
Visitamos também a tia Creuza, cunhada de minha mãe. Ali também encontramos o primo Valdir Resplandes e outros primos. Eles moram em Pontal do Araguaia.
Então partimos para Torixoréu. Passamos direto pela cidade. Nossa primeira parada foi no rio São Francisco. 
Um lindo lugar. Dali prosseguimos para a Fazenda da Mata, o lugar onde nasci.

A Fazenda, como nós chamamos é um dos lugares mais bonitos do mundo. Grande parte de meus familiares nasceu ali. Essa é a porteira de chegada. Davi desceu com tia Mariza para abri-la.
E então, eis a fazenda! Mal chegamos e pulamos na piscina para nos refrescarmos.
Chegamos. E aqui começou a nossa aventura na fazenda, a doce terra onde nasci. Esse foi o dia de minhas bodas de pérola.

São 30 anos de vida ao lado de Lourdes, a esmeralda mais preciosa que Goiás já produziu e me deu por esposa.

A vida ao seu lado tem sido uma experiência paradisíaca na Terra.

Obrigado, Senhor, por esse tesouro sem preço que me destes para enriquecer a minha vida.

Um comentário:

A busca do saber disse...

Quando completar mais 30 de casados talvez! Seja o Davi o fotografo, E se ainda tiver aqui provavelmente, ja não ouço e nem consigo mais ler o que você vai escrever, e quanto esse dia não chega, vai nus dando o prazer! De saber tudo de bom! Que vão passando a familia, toda.