terça-feira, dezembro 28, 2010

Feliz 2011

A minha família é o maior presente que Deus me tem dado. É maravilhoso ter alguém que se preocupa comigo, que chora comigo nos momentos difíceis e que também se alegra quando tudo vai bem.

Nós somos muitos membros, mas cada um de nós é uma pessoa importante para aumentar a nossa força familiar. Por isso somos uma família forte, atuante e presente nos momentos mais marcantes da história desse país. Somos a última geração dos "Sousas". Mas também somos Gomes, somos Resplandes, somos Carrijos, Martins e tantos outros ramos com os quais nós nos misturamos. Nós não temos preconceitos. Somos negros e também somos brancos... Somos uma mistura de tudo o que existe de melhor na criação de Deus.
E agora, no raiar deste ano que se inicia, esperamos que Deus nos conceda a oportunidade de estarmos presentes em sua vida, contribuindo de alguma forma para o seu sucesso e sua prosperidade.

Que você seja feliz!

Esse é o nosso desejo do fundo do coração para você e para toda a sua família.

Que Deus nos abençõe e nos dê um próspero 2011.
Izaias Resplandes de Sousa

segunda-feira, dezembro 20, 2010

FELIZ NATAL, MEU IRMÃO!


É Natal, meu irmão!
De Jesus, Filho de Deus
Vindo da parte do Pai,
Para dos pecados seus
Sofrer a condenação.

É Natal, meu irmão!
Daquele que tem por missão
Dar a vida por sua vida,
Ser caminho e inspiração
À justiça e retidão.

É Natal, meu irmão!
Do que vai ser sacrificado
Por amor à humanidade;
Que morrerá na cruz pregado
Para dar-te a salvação.

É Natal, meu irmão!
De um que não teme a morte,
Se por ela conceder
Ao homem que não tem sorte,
Luz e paz ao coração.

É Natal, meu irmão!
Dá esperança ao pecador,
Que recebe de Deus o Reino
No coração cheio de dor,
Como fonte de perdão.

É Natal, meu irmão!
Daquele que nos trará
Um tempo de muita paz;
Que buscará nos livrar
Pra sempre da perdição.

É Natal, meu irmão!
Na Ceia do Deus nascido;
Sacies tua fome e sede
No corpo de sangue oferecido,
No remédio do perdão.

É Natal, meu irmão!
Há um novo rumo à Vida.
Jesus é o Caminho do Pai,
Sua jornada protegida,
Sua ponte de salvação.

É Natal, meu irmão!
Tempo de paz e esperança;
Tempo de luz e fartura;
Tempo de acerto e bonança;
Tempo de vida e união.

Feliz Natal!
Que Jesus, a fonte do puro amor;
Sol nascente e sol poente;
Seu Senhor e Salvador
Seja sua meta final.

Feliz Natal, meu irmão!
Feliz Natal!

domingo, dezembro 19, 2010

O maior de todos os pecados

Igreja Neotestamentária de Poxoréu, MT,
em noite de lua cheia.

Pecado é a alteração da ordem estabelecida pela Santíssima Trindade na criação. Essa ordem é a lei que sustenta todas as estruturas da existência, sejam elas de ordem física, sejam de ordem espiritual. Pecado é a transgressão da lei – 1 Jo 3:4.

A lei é una, mas se hierarquiza em milhares de divisões. Em seu lugar mais alto está a Palavra de Deus, dita diretamente por Ele. Essa Palavra é eterna. Diz a Escritura que passará o céu e a terra, porém as palavras de Deus não passarão – Mc 13:31. Deus não é homem para que minta. Ele é o mesmo ontem, hoje e eternamente. E assim é que sua Palavra é permanente. Se Ele disse que é assim e assim, então assim será – Nm 23:19; Hb 13:8.

A Palavra de Deus é como se fosse a Constituição Federal de um país democrático. É a Lei maior. Abaixo dela vêm as demais leis, as quais devem guardar sintonia e relação direta com ela. Se uma dessas leis chamadas de infraconstitucionais a contraria, se diz que tal lei é inconstitucional e, portanto, deve ser retirada do mundo jurídico.Assim também é com a Palavra de Deus. Ela está no topo e, abaixo dela, mas também subordinado a ela, nós temos as palavras das autoridades constituídas por Deus. Tanto as temporais, quanto as espirituais. Tais palavras também são leis para o povo.
Em um país como o Brasil, por exemplo, os deputados, senadores e vereadores aprovam leis para que eles e o povo cumpram. Os Chefes dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário baixam Decretos, Resoluções, Instruções e Portarias. Estes atos também são normativos; são espécies de lei que devem ser acatadas pelo povo. As organizações civis e religiosas têm seus estatutos, os quais são leis para os seus respectivos membros. Os chefes de família também estabelecem regras para as suas casas, tais como hora das refeições, hora de chegar da rua, quem deve estar à mesa, o que se pode fazer na casa etc. Todas as regras são leis que devem ser obedecidas pelos que vivem na casa. Até a vizinhança estabelece regras: não jogue a bola dentro do meu quintal que você vai ficar sem ela – diz o vizinho; coisas desse gênero. Isso também é lei.

....

Isso posto, devemos concluir que o pecado é a transgressão de todas as manifestações diretas de Deus e de todas as indiretas que estiverem de acordo com as primeiras. Pois qualquer que guarda toda a lei, mas tropeça em um só ponto, se torna culpado de todos os demais pontos – Tg 2:10.

terça-feira, dezembro 14, 2010

Minhas memórias de Paulo Campos

Novembro de 1982. Eis que chegam em Poxoréu uma comitiva de embaixadores neotestamentários para uma visita à Igreja de Poxoréu. Irmão Manoel Francisco Paulo (presbítero da Neo de Rondonópolis) e sua esposa Maria das Dores Paulo, Victor Paulo Campos e seu pai o Irmão Paulo Campos (de Corumbá, MS), Nanao Yamamoto e Julio Alt Viveiros (de Campo Grande, MS) e o Irmão Arcelino Paiva (Presbítero da Neotestamentária de Corumbá, MS). Eram sete companheiros. Para nós, de Poxoréu, foi como se tivesse vindo toda a Igreja Neotestamentária do mundo.

Já fazia algum tempo que eu escrevia cartas para irmão Arcelino, que gentilmente passou a nos enviar exemplares do Noticiário Evangélico. Sabíamos algumas notícias dos irmãos, mas não conhecíamos ninguém. De vez em quando chegava uma carta de irmão Arcelino, que eu lia na Igreja. Era motivo de grande alegria para nós, saber notícias dos irmãos, mesmo que não conhecêssemos ninguém. Eram nossos irmãos de fé. Fazíamos parte da mesma Família de Deus e tínhamos orgulho em dizer isso quando se pediam informações sobre nossa Igreja.

Os irmãos Altivo Melo dos Santos (Diácono da Neo de Rondonópolis, MT),
o Pr. Paulo Campos (da Neo Frei Mariano, de Corumbá, MS), Analine Viveiros e o Pr. Júlio Alt Viveiros (da Neo Planalto, de Campo Grande, MS), durante o Encontro da Aconchego, em Campo Grande, MS


Ele eles chegaram. Vieira na paz e na mansidão do Senhor. Nós ainda nos reuníamos na Igrejinha de Palha, no bairro das Mangueiras, na Chácara de Irmão Erasmo. Como foi importante para nós aquela visita. Ela prenunciava o contato dos neotestamentários de Poxoréu, com os neotestamentários do mundo. Porque a verdade é que, tirando minha mãe Maria Resplandes de Sousa e seu Erasmo Mendes de Moraes, que já haviam conhecido alguns irmãos de Campo Grande, quando moravam em Rondonópolis, os demais irmãos de Poxoréu não conheciam outros crentes neotestamentários além dos irmãos de Rondonópolis, embora orássemos pelos irmãos de Cuiabá, de Araçatuba, de Campo Grande e de Corumbá e de outros países. A visita dos irmãos nos mostrou que realmente havia outros neotestamentários. Mesmo que não duvidássemos disso, foi muito bom ter uma prova disso. Como foi bom. Eu gostei demais mesmo.

Os irmãos Eliseu Campos e Pr. Paulo Campos (Corumbá, MS),
Gilson B. Jorge (Sorriso, MT) e Pr. Agustávio (Nova Olímpia, MT)
no Encontro da Aconchego em Campo Grande, MS.
Essa foi a primeira vez que vi, abracei e falei com o amado irmão Paulo Campos. Depois eu fui em Corumbá. Participei de um Retiro no Acampamento da Estação Ferroviária Antônio Maria Coelho. Me recordo que um dos preletores foi o saudoso missionário Martin van Driel. Ali eu revi o irmão Paulo Campos e no dia da volta estive em sua residência, em Corumbá. Irmão Paulo, sempre muito alegre nos deu muita atenção em sua casa.

Depois, por ocasião do III Encontro de Cooperadores Neotestamentários eu estive novamente em Corumbá e novamente tive o prazer de abraçar o irmão Paulo. De lá para cá, nunca mais voltei em sua cidade. Nos encontramos no Encontro de Cooperadores de Araçatuba, SP e nos Encontros de Poxoréu. Nosso último encontro foi na Chácara Aconchego, em Campo Grande, em um Encontro de Lideranças organizado pelo missionário Isaías da Silva Almeida. Como gostei desse encontro.

O diácono Eliseu Campos e seu pai o Pr. Paulo Campos,
em Campo Grande, MS, na Estância Aconchego.

Naquela noite nós ficamos até tarde cantando hinos. Eu gravei belas imagens daquela noite feliz no aconchego. Não pude estar em Corumbá, no Encontro de Cooperadores. Foi uma pena, porque também gostaria de ter dado aquele beijo e aquele abraço em irmão Paulo Campos. Mas a nossa vida é assim mesmo. Nem sempre fazemos o que queremos. Não somos donos do nosso destino. É Deus o nosso Senhor e Ele sabe sempre o que é melhor para nós.

Ele me deixou as boas lembranças de irmão Paulo. Elas me acompanharão pelos meus dias de peregrino. Elas me servirão de estímulo e de exemplo sobre como viver feliz na sombra do Onipotente.

Ah, queridos irmãos! Eu nunca vou esquecer do rompante de irmão Paulo cantando as doces melodias de nossos Hinos e Cânticos. Peito para frente, cabeça erguida e uma voz sonora... Esse foi o irmão Paulo que me inspirou. Gosto de cantar nesse ritmo, nesse embalo, com voz forte...

Irmão Júlio, de Porto Alegre, com irmão Paulo,
em Campo Grande, MS, no Encontro da Estância
Aconchego.

Exemplos bons são para serem seguidos. Paulo Campos foi um grande exemplo. Ele é o pai, o irmão, o avô, o tio, o bisavô de muitas gerações de neotestamentários. Sua honrosa memória, com certeza será lembrada em muitos cantos e recantos desse planeta.

Até breve, querido Paulo Campos. Que Deus nos dê força para completarmos a carreira e guardar a fé como o senhor o fez. Então também iremos para a Glória de Deus e aí nos encontraremos e cantaremos muitos hinos em louvor e em honra ao Nosso Senhor. Deus seja glorificado por ter abençoado a sua vida e a de sua família e por tê-lo colocado em nossa vida naquele distante 1982, naquela Igrejinha de Palha em Poxoréu, Mato Grosso, Brasil.

domingo, dezembro 05, 2010

Que Deus nos abençoe!



Neste fim do ano 2010 e com o início da segunda década do século XXI, em nome da Família Izaias Resplandes desejamos a você que tem acompanhado a nossa trajetória de vitórias, um abraço caloroso, um muito obrigado pelo apoio e pela presença em nossas vidas. Nessa oportunidade pedimos a Deus que encha os seus lares e as suas vidas de bons fluídos, muitas alegrias e muita prosperidade. Que Deus nos abençoe a todos e que tenhamos um Feliz 2011.
Posted by Picasa

quarta-feira, dezembro 01, 2010

O GOIÁS AINDA É O BRASIL!

Rafael Moura comemora o primeiro gol.
Foto: http://www.uol.com.br/


Rafel Moura e Otacílio Neto garantem DOIS para o Goiás, do Brasil, ZERO para o Independiente, da Argentina, no primeiro jogo da final da SUL-AMERICANA. Na próxima quarta-feira a SELEÇÃO ESMERALDINA vai à luta em Buenos Aires para tentar trazer o caneco para Goiânia. É claro que haverá muita pressão de Los Hermanos, mas O GOIÁS AINDA É O BRASIL! Vamos torcer e acreditar no talento e na vontade dessa grande equipe alvi-verde.



A bola da sul-americana tem as cores do Brasil: VERDE-amarela. É Goiás! É Brasil!



Estamos na torcida.



LEIA MAIS EM: http://esporte.uol.com.br/futebol/campeonatos/copa-sul-americana/ultimas-noticias/2010/12/01/goias-ignora-tradicao-do-independiente-faz-2-a-0-e-fica-perto-do-titulo-da-sul-americana.jhtm