terça-feira, dezembro 28, 2010

Feliz 2011

A minha família é o maior presente que Deus me tem dado. É maravilhoso ter alguém que se preocupa comigo, que chora comigo nos momentos difíceis e que também se alegra quando tudo vai bem.

Nós somos muitos membros, mas cada um de nós é uma pessoa importante para aumentar a nossa força familiar. Por isso somos uma família forte, atuante e presente nos momentos mais marcantes da história desse país. Somos a última geração dos "Sousas". Mas também somos Gomes, somos Resplandes, somos Carrijos, Martins e tantos outros ramos com os quais nós nos misturamos. Nós não temos preconceitos. Somos negros e também somos brancos... Somos uma mistura de tudo o que existe de melhor na criação de Deus.
E agora, no raiar deste ano que se inicia, esperamos que Deus nos conceda a oportunidade de estarmos presentes em sua vida, contribuindo de alguma forma para o seu sucesso e sua prosperidade.

Que você seja feliz!

Esse é o nosso desejo do fundo do coração para você e para toda a sua família.

Que Deus nos abençõe e nos dê um próspero 2011.
Izaias Resplandes de Sousa

segunda-feira, dezembro 20, 2010

FELIZ NATAL, MEU IRMÃO!


É Natal, meu irmão!
De Jesus, Filho de Deus
Vindo da parte do Pai,
Para dos pecados seus
Sofrer a condenação.

É Natal, meu irmão!
Daquele que tem por missão
Dar a vida por sua vida,
Ser caminho e inspiração
À justiça e retidão.

É Natal, meu irmão!
Do que vai ser sacrificado
Por amor à humanidade;
Que morrerá na cruz pregado
Para dar-te a salvação.

É Natal, meu irmão!
De um que não teme a morte,
Se por ela conceder
Ao homem que não tem sorte,
Luz e paz ao coração.

É Natal, meu irmão!
Dá esperança ao pecador,
Que recebe de Deus o Reino
No coração cheio de dor,
Como fonte de perdão.

É Natal, meu irmão!
Daquele que nos trará
Um tempo de muita paz;
Que buscará nos livrar
Pra sempre da perdição.

É Natal, meu irmão!
Na Ceia do Deus nascido;
Sacies tua fome e sede
No corpo de sangue oferecido,
No remédio do perdão.

É Natal, meu irmão!
Há um novo rumo à Vida.
Jesus é o Caminho do Pai,
Sua jornada protegida,
Sua ponte de salvação.

É Natal, meu irmão!
Tempo de paz e esperança;
Tempo de luz e fartura;
Tempo de acerto e bonança;
Tempo de vida e união.

Feliz Natal!
Que Jesus, a fonte do puro amor;
Sol nascente e sol poente;
Seu Senhor e Salvador
Seja sua meta final.

Feliz Natal, meu irmão!
Feliz Natal!

domingo, dezembro 19, 2010

O maior de todos os pecados

Igreja Neotestamentária de Poxoréu, MT,
em noite de lua cheia.

Pecado é a alteração da ordem estabelecida pela Santíssima Trindade na criação. Essa ordem é a lei que sustenta todas as estruturas da existência, sejam elas de ordem física, sejam de ordem espiritual. Pecado é a transgressão da lei – 1 Jo 3:4.

A lei é una, mas se hierarquiza em milhares de divisões. Em seu lugar mais alto está a Palavra de Deus, dita diretamente por Ele. Essa Palavra é eterna. Diz a Escritura que passará o céu e a terra, porém as palavras de Deus não passarão – Mc 13:31. Deus não é homem para que minta. Ele é o mesmo ontem, hoje e eternamente. E assim é que sua Palavra é permanente. Se Ele disse que é assim e assim, então assim será – Nm 23:19; Hb 13:8.

A Palavra de Deus é como se fosse a Constituição Federal de um país democrático. É a Lei maior. Abaixo dela vêm as demais leis, as quais devem guardar sintonia e relação direta com ela. Se uma dessas leis chamadas de infraconstitucionais a contraria, se diz que tal lei é inconstitucional e, portanto, deve ser retirada do mundo jurídico.Assim também é com a Palavra de Deus. Ela está no topo e, abaixo dela, mas também subordinado a ela, nós temos as palavras das autoridades constituídas por Deus. Tanto as temporais, quanto as espirituais. Tais palavras também são leis para o povo.
Em um país como o Brasil, por exemplo, os deputados, senadores e vereadores aprovam leis para que eles e o povo cumpram. Os Chefes dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário baixam Decretos, Resoluções, Instruções e Portarias. Estes atos também são normativos; são espécies de lei que devem ser acatadas pelo povo. As organizações civis e religiosas têm seus estatutos, os quais são leis para os seus respectivos membros. Os chefes de família também estabelecem regras para as suas casas, tais como hora das refeições, hora de chegar da rua, quem deve estar à mesa, o que se pode fazer na casa etc. Todas as regras são leis que devem ser obedecidas pelos que vivem na casa. Até a vizinhança estabelece regras: não jogue a bola dentro do meu quintal que você vai ficar sem ela – diz o vizinho; coisas desse gênero. Isso também é lei.

....

Isso posto, devemos concluir que o pecado é a transgressão de todas as manifestações diretas de Deus e de todas as indiretas que estiverem de acordo com as primeiras. Pois qualquer que guarda toda a lei, mas tropeça em um só ponto, se torna culpado de todos os demais pontos – Tg 2:10.

terça-feira, dezembro 14, 2010

Minhas memórias de Paulo Campos

Novembro de 1982. Eis que chegam em Poxoréu uma comitiva de embaixadores neotestamentários para uma visita à Igreja de Poxoréu. Irmão Manoel Francisco Paulo (presbítero da Neo de Rondonópolis) e sua esposa Maria das Dores Paulo, Victor Paulo Campos e seu pai o Irmão Paulo Campos (de Corumbá, MS), Nanao Yamamoto e Julio Alt Viveiros (de Campo Grande, MS) e o Irmão Arcelino Paiva (Presbítero da Neotestamentária de Corumbá, MS). Eram sete companheiros. Para nós, de Poxoréu, foi como se tivesse vindo toda a Igreja Neotestamentária do mundo.

Já fazia algum tempo que eu escrevia cartas para irmão Arcelino, que gentilmente passou a nos enviar exemplares do Noticiário Evangélico. Sabíamos algumas notícias dos irmãos, mas não conhecíamos ninguém. De vez em quando chegava uma carta de irmão Arcelino, que eu lia na Igreja. Era motivo de grande alegria para nós, saber notícias dos irmãos, mesmo que não conhecêssemos ninguém. Eram nossos irmãos de fé. Fazíamos parte da mesma Família de Deus e tínhamos orgulho em dizer isso quando se pediam informações sobre nossa Igreja.

Os irmãos Altivo Melo dos Santos (Diácono da Neo de Rondonópolis, MT),
o Pr. Paulo Campos (da Neo Frei Mariano, de Corumbá, MS), Analine Viveiros e o Pr. Júlio Alt Viveiros (da Neo Planalto, de Campo Grande, MS), durante o Encontro da Aconchego, em Campo Grande, MS


Ele eles chegaram. Vieira na paz e na mansidão do Senhor. Nós ainda nos reuníamos na Igrejinha de Palha, no bairro das Mangueiras, na Chácara de Irmão Erasmo. Como foi importante para nós aquela visita. Ela prenunciava o contato dos neotestamentários de Poxoréu, com os neotestamentários do mundo. Porque a verdade é que, tirando minha mãe Maria Resplandes de Sousa e seu Erasmo Mendes de Moraes, que já haviam conhecido alguns irmãos de Campo Grande, quando moravam em Rondonópolis, os demais irmãos de Poxoréu não conheciam outros crentes neotestamentários além dos irmãos de Rondonópolis, embora orássemos pelos irmãos de Cuiabá, de Araçatuba, de Campo Grande e de Corumbá e de outros países. A visita dos irmãos nos mostrou que realmente havia outros neotestamentários. Mesmo que não duvidássemos disso, foi muito bom ter uma prova disso. Como foi bom. Eu gostei demais mesmo.

Os irmãos Eliseu Campos e Pr. Paulo Campos (Corumbá, MS),
Gilson B. Jorge (Sorriso, MT) e Pr. Agustávio (Nova Olímpia, MT)
no Encontro da Aconchego em Campo Grande, MS.
Essa foi a primeira vez que vi, abracei e falei com o amado irmão Paulo Campos. Depois eu fui em Corumbá. Participei de um Retiro no Acampamento da Estação Ferroviária Antônio Maria Coelho. Me recordo que um dos preletores foi o saudoso missionário Martin van Driel. Ali eu revi o irmão Paulo Campos e no dia da volta estive em sua residência, em Corumbá. Irmão Paulo, sempre muito alegre nos deu muita atenção em sua casa.

Depois, por ocasião do III Encontro de Cooperadores Neotestamentários eu estive novamente em Corumbá e novamente tive o prazer de abraçar o irmão Paulo. De lá para cá, nunca mais voltei em sua cidade. Nos encontramos no Encontro de Cooperadores de Araçatuba, SP e nos Encontros de Poxoréu. Nosso último encontro foi na Chácara Aconchego, em Campo Grande, em um Encontro de Lideranças organizado pelo missionário Isaías da Silva Almeida. Como gostei desse encontro.

O diácono Eliseu Campos e seu pai o Pr. Paulo Campos,
em Campo Grande, MS, na Estância Aconchego.

Naquela noite nós ficamos até tarde cantando hinos. Eu gravei belas imagens daquela noite feliz no aconchego. Não pude estar em Corumbá, no Encontro de Cooperadores. Foi uma pena, porque também gostaria de ter dado aquele beijo e aquele abraço em irmão Paulo Campos. Mas a nossa vida é assim mesmo. Nem sempre fazemos o que queremos. Não somos donos do nosso destino. É Deus o nosso Senhor e Ele sabe sempre o que é melhor para nós.

Ele me deixou as boas lembranças de irmão Paulo. Elas me acompanharão pelos meus dias de peregrino. Elas me servirão de estímulo e de exemplo sobre como viver feliz na sombra do Onipotente.

Ah, queridos irmãos! Eu nunca vou esquecer do rompante de irmão Paulo cantando as doces melodias de nossos Hinos e Cânticos. Peito para frente, cabeça erguida e uma voz sonora... Esse foi o irmão Paulo que me inspirou. Gosto de cantar nesse ritmo, nesse embalo, com voz forte...

Irmão Júlio, de Porto Alegre, com irmão Paulo,
em Campo Grande, MS, no Encontro da Estância
Aconchego.

Exemplos bons são para serem seguidos. Paulo Campos foi um grande exemplo. Ele é o pai, o irmão, o avô, o tio, o bisavô de muitas gerações de neotestamentários. Sua honrosa memória, com certeza será lembrada em muitos cantos e recantos desse planeta.

Até breve, querido Paulo Campos. Que Deus nos dê força para completarmos a carreira e guardar a fé como o senhor o fez. Então também iremos para a Glória de Deus e aí nos encontraremos e cantaremos muitos hinos em louvor e em honra ao Nosso Senhor. Deus seja glorificado por ter abençoado a sua vida e a de sua família e por tê-lo colocado em nossa vida naquele distante 1982, naquela Igrejinha de Palha em Poxoréu, Mato Grosso, Brasil.

domingo, dezembro 05, 2010

Que Deus nos abençoe!



Neste fim do ano 2010 e com o início da segunda década do século XXI, em nome da Família Izaias Resplandes desejamos a você que tem acompanhado a nossa trajetória de vitórias, um abraço caloroso, um muito obrigado pelo apoio e pela presença em nossas vidas. Nessa oportunidade pedimos a Deus que encha os seus lares e as suas vidas de bons fluídos, muitas alegrias e muita prosperidade. Que Deus nos abençoe a todos e que tenhamos um Feliz 2011.
Posted by Picasa

quarta-feira, dezembro 01, 2010

O GOIÁS AINDA É O BRASIL!

Rafael Moura comemora o primeiro gol.
Foto: http://www.uol.com.br/


Rafel Moura e Otacílio Neto garantem DOIS para o Goiás, do Brasil, ZERO para o Independiente, da Argentina, no primeiro jogo da final da SUL-AMERICANA. Na próxima quarta-feira a SELEÇÃO ESMERALDINA vai à luta em Buenos Aires para tentar trazer o caneco para Goiânia. É claro que haverá muita pressão de Los Hermanos, mas O GOIÁS AINDA É O BRASIL! Vamos torcer e acreditar no talento e na vontade dessa grande equipe alvi-verde.



A bola da sul-americana tem as cores do Brasil: VERDE-amarela. É Goiás! É Brasil!



Estamos na torcida.



LEIA MAIS EM: http://esporte.uol.com.br/futebol/campeonatos/copa-sul-americana/ultimas-noticias/2010/12/01/goias-ignora-tradicao-do-independiente-faz-2-a-0-e-fica-perto-do-titulo-da-sul-americana.jhtm

quarta-feira, novembro 24, 2010

"O GOIÁS AGORA É O BRASIL"


A equipe esmeraldina mostrou que, apesar da crise que enfrentou durante o Brasileirão, ainda continua sendo uma equipe de fibra e que agora defenderá as cores do Brasil na final da Copa Sul Americana. Como disse nosso goleiro Harlei, "O GOIÁS AGORA É O BRASIL!!!"


Por todo o Brasil, a grande Nação Esmeraldina comemora essa grande vitória sobre o Verdão Paulista. Apesar de desacreditado pela grande torcida palmeirense, que já fazia a festa da classificação para a Sul Americana antes mesmo do jogo começar, a grande equipe alvi-verde de Goiás SILENCIOU O PACAEMBU, quando virou o jogo, tirando a chance dos paulistas e trazendo a oportunidade do Brasil para o Centro-Oeste.

Carlos Alberto comemora o gol de empate que mudou o jogo no Pacaembu

Agora não é mais Goiás. Não é apenas a bandeira esmeraldina que deve ser desfraldada. Mas, também a bandeira verde-amarela do Brasil.

Parabéns aos atletas do Goiás que foram mais e mais e mais... E por isso conseguiram a vitória de virada.

Leia mais em: http://esporte.uol.com.br/futebol/campeonatos/copa-sul-americana/ultimas-noticias/2010/11/24/rebaixado-goias-reage-e-elimina-palmeiras-no-pacaembu-lotado.jhtm

E mais: JUCA KFOURI

http://blogdojuca.uol.com.br/2010/11/heroico-goias/

terça-feira, novembro 02, 2010

IV Encontro Tunico Sousa


A família de Tunico Sousa - Antônio Gomes de Sousa - se reuniu este ano em Goiânia, GO, pela quarta vez. 171 representantes estiveram presentes. O encontro foi coordenado pelo primo Mazinho - Joicimar Matos de Sousa, filho de tia Zulmira e tio Edivan.


Estive presente. Foi muito bom. Revi pessoas queridas que há tempos não via. E tirei muitas fotos. Já publiquei três álbuns e ainda tem fotos. Ficaram boas lembranças.


As fotos foram publicadas no PICASA.


Deixo abaixo os links para cada álbum. Quem desejar ver e salvar, basta clicar no link.








Espero que as fotos sejam apreciadas por todos. Abraços.


Izaias Resplandes

sexta-feira, outubro 22, 2010

Izaias em grafite


Desenho a lápis de meu aluno Rudheri, do 3º ano D da Escola Pe. César Albisetti.
Eu acho que ficou bem parecido. Rudheri é muito talentoso nas artes.
Obrigado pelo desenho.
Ele vai ficar gravado para sempre em minha lembrança.
Sempre que vê-lo vou me lembrar do tempo em que fui seu professor de Matemática e você, sem ter o que fazer, ficava fazendo a minha caricatura.

quarta-feira, outubro 13, 2010

Irmão Carrijo, um forte nas mãos de Deus

Izaias Resplandes de Sousa e Manoel Carrijo de Souza
em Cuiabá, MT, durante um encontro familiar.
Pelo que sinto prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias, por amor de Cristo. Porque, quando sou fraco, então, é que sou forte. 2 Coríntios 12:10

Manoel Carrijo de Souza. O irmão Carrijo nasceu em 15 de setembro de 1928, na corruptela de Pouso Alto, município de Torixoréu, MT. Casado com dona Luzia Laurinda de Souza, há 27 anos vivendo em Cuiabá, teve cinco filhos: Adelson, Geralda, Sebastião, Antônio Carlos e Jorge, os quais lhe deram 12 netos e 3 bisnetos. Era o decano da família Carrijo, seu representante mais idoso, tendo parentes espalhados pelo Mato Grosso e Goiás, principalmente em Torixoréu (MT), Barra do Garças (MT), Cuiabá (MT) e em Mineiros (GO). Faleceu, neste 12 de outubro de 2010, às 11:30 h, em Cuiabá, MT, aos 82 anos de idade. Seu funeral foi acompanhado por familiares, amigos e pelos seus irmãos de fé das Igrejas Neotestamentárias da região. Na saída para o cemitério Parque de Cuiabá, onde foi sepultado, a Neo de Cuiabá realizou um culto fúnebre, o qual foi dirigido pelo Pr. Ivon Silva. Além dos lindos hinos cantados pelos irmãos, o Pr. Odenil Miranda trouxe uma breve mensagem baseada em 1 Co 15:12-28 e Fp 3:20-21. Na oração final, Izaias Resplandes agradeceu a Deus pela vida exemplar de Irmão Carrijo, pedindo a Deus que não apague de nossos corações as lembranças e os bons exemplos da fé deste irmão. Pediu o consolo para os familiares.

Tio Manoel. Era assim que nos tratávamos. Eu sempre tive grande prazer de estar ao seu lado e de conversar com ele. Enquanto ainda podia viajar, ele sempre se fez presente em minha casa em Poxoréu. Seu tema preferido em nossas conversas era a vida cristã. Para o tio, não havia nada mais importante do que estar com Cristo (Fp 1:23), viver sob a paz de Jesus (Fp 1:21), fazer parte da família de Deus (Ef 2:19).
Certamente, ele foi um grande exemplo para a sua família. Tio Manoel era um homem de uma fé extraordinária. Ser cristão em um mundo que jaz sob o maligno (1 Jo 5:19) não é tarefa fácil. Aliás, alcançar o reino dos céus é uma missão que exige empenho e muita força de vontade. “Desde os dias de João Batista até agora, o reino dos céus é tomado por esforço, e os que se esforçam se apoderam dele” (Mt 11:12).
Certa vez um homem perguntou a Jesus se muitas pessoas seriam salvas, ao que ele respondeu: Esforçai-vos por entrar pela porta estreita, pois eu vos digo que muitos procurarão entrar e não poderão (Lc 13:24).
Irmão Carrijo era um esforçado. Tinha muitas dificuldades para conhecer as profundidades da Palavra de Deus, mas nunca foi um desanimado. Certamente, a Palavra de Deus dirigida aos seus discípulos serviram de grande incentivo para que ele continuasse firme na jornada espiritual. Quando Jesus dizia: “Estas coisas vos tenho dito para que tenhais paz em mim. No mundo, passais por aflições; mas tende bom ânimo; eu venci o mundo” (Jo 16:33), eu acredito que o Tio Manoel escutava essas palavras como se fossem ditas especialmente para ele.
Todos os que conviveram com ele nos últimos anos sabem de sua surdez. Ele lutava com os aparelhos de surdez, reclamava da deficiência dos mesmos. Ele tinha muito prazer quando conseguia ouvir a esplanação da Palavra de Deus. Mas tinha dificuldades para ouvir. Isso, sim era algo que tirava o seu sossego. Certa vez ele me falou com grande alegria que os irmãos da Neo de Cuiabá colocavam a caixa de som bem pertinho dele. Assim, ele podia ouvir a mensagem. Com certeza, para o Irmão Carrijo, a Palavra de Deus era uma lâmpada que iluminava os seus caminhos (Sl 119:105).
A fé é a certeza das coisas que se esperam, a convicção de fatos que não se vêem (Hb 11:1). O tio Manoel vivia pela fé. Muitos de nós podem se fortalecer pelo conhecimento das profundidades da Palavra de Deus. Pessalmente, sou muito mais um racionalista do que um homem de fé. A minha lógica e o meu raciocínio fortalecem as minhas convicções. A minha fé não é cega. Sou um homem de pouca fé. Mas, quero dizer que a pouca fé que tenho é suficiente para que eu possa ouvir junto com o apóstolo Paulo o que o Senhor lhe disse certa vez: “A minha graça te basta, porque o poder se aperfeiçoa na fraqueza” (2 Co 12:9).
Mas o tio Manoel era diferente. A sua fé era imensa. Ele não tinha dúvida alguma. Ele sabia que o Caminho para o céu era Jesus. E assim, ele recebeu a Jesus em seu coração POR INTEIRO. E as Palavras do Mestre eram para ele tão doces quanto os favos de mel. Elas enchiam seu coração de esperança. Faziam com que ele ansiasse pela Pátria Celestial. Há muito tempo que ele tinha o desejo de estar com Cristo, mas resignava-se com a vida difícil em uma cadeira de rodas, limitado praticamente a viver em casa. Ele entendia que estava passando uma mensagem para os que viviam em seu entorno. Uma mensagem de que valia a pena ser crente, valia a pena ter fé em Deus e entregar-se nas mãos do Criador.
Entrega o teu caminho ao SENHOR, confia nele, e o mais ele fará (Sl 37:5).
O tio Manoel foi amado por Deus, por seus familiares e pela família cristã. Pela graça de Deus, ele encontrou uma esposa em seu caminho. Diz a Bíblia que “o que acha uma esposa acha o bem e alcançou a benevolência do SENHOR” (Pv 18:22). Tia Luzia soube ser uma excelente esposa durante toda sua vida. Além dos filhos dedicados, ela deu ao tio muito amor e carinho, cuidando dele em suas enfermidades e estando presente em seus momentos de alegria. Ela cumpriu com perfeição os seus votos de ser fiel “na saúde e na doença, na alegria e na tristeza, na riqueza e na pobreza”. Que lindo exemplo de família nós tivemos em Tio Manoel e Tia Luzia.
O missionário Isaías da Silva Almeida, Coordenador da União Missionária Neotestamentária do Brasil escreveu sobre o nosso irmão por ocasião de octogésimo aniversário: “Eu batizei o irmão Carrijo em Poxoréu, após uma forte chuva e o rio esta cheio. Ele ficou muito nervoso e não sei se era por causa da forte correnteza do rio ou pelo fato de ser batizado. Fico feliz de ver um irmão com grande disposição de assistir todos os cultos ali em Cuiabá. Que possamos chegar a essa idade e ser homenageado como o Irmão Carrijo”.
Esse foi o nosso irmão Carrijo, o nosso tio, o nosso amigo Manoel. Ele agora está com Deus e ouve magnificamente o canto dos anjos, assim como ouviu o bem-vindo de Nosso Senhor: Muito bem, servo bom e fiel; foste fiel no pouco, sobre o muito te colocarei; entra no gozo do teu senhor (Mt 25:23).
A glória de Deus é a glória de fato. É um lugar de perfeição. Ali não entra tem dor e nem sofrimento. Diz o Senhor Jesus que quando chegarmos ali, serão enxugadas de nossos olhos toda lágrima, e a morte já não existirá, já não haverá luto, nem pranto, nem dor, porque as primeiras coisas passaram (Ap 21:4).
Na glória de Deus nós temos as moradas celestiais que Jesus foi preparar. Assim está escrito em Jo 14:1-3: Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim. Na casa de meu Pai há muitas moradas. Se assim não fora, eu vo-lo teria dito. Pois vou preparar-vos lugar. E, quando eu for e vos preparar lugar, voltarei e vos receberei para mim mesmo, para que, onde eu estou, estejais vós também.
É para lá que o tio foi. E é para lá que nós também iremos em breve. Então acontecerá em nosso encontro uma grande festa. Será a festa do encontro de todos nós com o Senhor da Vida.
Que Jesus console cada coração. Que derrame a sua paz sobre todos e renove as nossas esperanças de que estamos no Caminho certo, e que “não há salvação em nenhum outro; porque abaixo do céu não existe nenhum outro nome, dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos” (At 4:12).
Paz seja com os irmãos e amor com fé, da parte de Deus Pai e do Senhor Jesus Cristo. A graça seja com todos os que amam sinceramente a nosso Senhor Jesus Cristo. (Ef 6:23-24)

domingo, outubro 03, 2010

Ilha do Coité: Uma opção de Lazer em Poxoréu.

Encontro das águas. O Rio Coité, de águas limpas se encontra com o Poxoreuzinho, de águas turvas. Daqui para frente a corrente d'água passa a se chamar RIO POXORÉU

A Ilha do Coité é um local excepcional para se organizar um Balneário. Poderia se fazer pontes suspensas em cabos de aço para pedestres atravessarem para a Ilha, onde se poderia limpar a praia, fazer quiosques, montar banheiros móveis e outros equipamentos como quadras de areia para a juventude se divertir. Com pouco investimento se teria um excelente ponto turístico, que poderia render dividendos para o Município de Poxoréu (pelo menos seria algum trabalho para quem não tem). E também seria mais um atrativo organizado para o turismo poxoreano.











No último sábado, 02/10/2010, a Equipe Pe. César se abalou para o Rio Coité. Gente, é pertinho de Poxoréu. Passou a ponte dos Santos, primeira entrada à esquerda, estrada da pedreira, estrada de chão, mas agora que as chuvas chegaram, nem poeira tem. A estrada está uma beleza. Dá para rodar tranquilo nos 60 km/h (velocidade máxima permitida para as estradas de chão). Poucos minutos de rodagem e ei-lo que surge. Magnífico! Lindo! Refrescante!


O lugar é lindo. Nem precisa de trampolim.














A turma usa a ponte para saltar no Rio. A meninada se diverte. Salto Mortal. De Ponta. De pé. Eles pulam de todo jeito.










Agora, a nossa companheira do Pe. Cesar, a Profª Jeniffer Battemarque... Essa andou para lá e para cá em cima dessa ponte, mas não teve coragem de saltar. Ela canta muito bem: “Campeão! Vencedor”. Mas, na hora de saltar da ponte, “amarelou”. Eu não amarelei. Subi em cima da ponte, achei muito alto, desci para os pilares. Ainda estava um pouco alto. Desci um pouco mais e quando achei que estava no limite dos meus 52 anos, dei uma bela “de ponta”. Que delícia! Que coragem! Espetacular.

Já o Sylvian da Tatuagem e o Prof. Antenor “Madruga” Alves Ferreira mostraram que ainda estão em forma. Subiram na ponte. Exibiram as musculaturas e pularam, pularam, pularam. O prof. Tonho (Antônio Carlos Messias Pereira) também se exibiu muito bem nos saltos. E para completar a sessão de saltos, eis que surge um campeão: Prof. Gaudêncio Amorim, do alto dos seus “SESSENTAS” QUILOS, não titubeou. Pelo contrário, demonstrou muita coragem e saltou.

O salto do Gaudêncio animou a turma. Formou uma onda espetacular que levou os banhistas que estavam mais abaixo numa ola legal. Quem não viu perdeu, porque aqui não é como na Globo. Não tem “Vale a Pena Ver de Novo”. Mas deu inspiração.







O Prof. Tonho ficou inspirado para dizer que o upenino Izaias iria escrever uma poesia sobre o Salto do Gaudêncio. Então... para não passar vergonha, brinquei um pouco com as palavras e escrevi algumas estrofes sobre o caso.

O salto do Gaudêncio




(Por Izaias Resplandes)

Que salto deu o Gaudêncio,
Da ponte do Rio Coité.
Ele nem pestanejou
Pulou e caiu de pé.
Á água se levantou
Fez uma ola legal
E a turma toda gritou:
De novo! Sensacional!

A reprise veio em dupla,
Com Gaudêncio e Clara Lúcia:
Sessentas e mais sessentas,
Foi uma grande massúscia.
O rio quase ficou seco,
No local da aterrissagem,
Com água por todo lado
Modificando a paisagem.

E a galera de baixo
Assistindo com atenção,
Aproveitando a onda
Fez uma nova ovação:
Ôôôôôô...baaaaaa...
De novo! De novo!
O Gaudêncio vai saltar,
Aproveeeita, meu povo!

Aproveita que é maravilhoso!
A Ilha do Coité,
É um lugar muito gostoso,
Dá até pra ir a pé.
Se lá você quiser ir,
Passar um fim de semana.
Vale a pena conferir.
É um lugar muito bacana!

sábado, setembro 11, 2010

Fumacéu!

FUMACÉU!

Izaias Resplandes

O Morro da Mesa...
O Morro da Mesa, em Poxoréu.
O Morro da Mesa, em Poxoréu está coberto de fumaça.
Morro sufocado pela fumaça.

Pinheiro... Pinheiro...
Pinheiro queima as folhas secas
Debaixo da árvore ainda verde;
Queima as folhas secas da árvore.

As folhas verdes secam...
Secam de calor.
O calor das folhas secas queimadas.
As folhas verdes secarão.

As cinzas se espalham.
O vento do inverno espalha as cinzas.
As cinzas das folhas secas queimadas.
Poxoréu some na fumaça cinzenta.

Queimadas!
O Morro da Mesa, as folhas secas, as folhas verdes.
Tudo foi queimado, secou, sumiu,
Virou fumaça no céu.

O céu da fumaça, a fumaça do céu,
Que triste “fumacéu”!
Em meu céu, seu céu, nosso céu...
É só fumaça, no céu de Poxoréu!

Poxoréu, MT, 11 de setembro de 2010.

sábado, maio 29, 2010

Felicidade

No meu aniversário de 50 anos, com minha esposa
Maria de Lourdes Resplandes e minha mãe
Maria Resplandes de Sousa
"Felicidade é a possibilidade que temos de agradecer a Deus por termos o mínimo necessário para que possamos desfrutar da vida que eles nos deu".


Prof. Izaias Resplandes

O Sorvete

"A nossa racionalidade deve ser capaz de nos diferenciar dos demais animais".


No dia em que completei 52 anos, minha mãe me trouxe um pote de sorvete como presente de aniversário.
– Olhe, eu estava meio sem dinheiro, então eu trouxe esse pote de sorvete para vocês fazerem a festa! – disse-me ela.
– Ah, mãe, não precisava. Obrigado! – falei. Vamos colocar no freezer e no domingo a gente come. Obrigado!
E o pote de sorvete foi parar no congelador.
E então chega o fim de semana. Dona Lourdes então proclama logo após o almoço:
– Ah, acho que vamos ter de fazer um sacrifício e comer o sorvete da Dona Maria.
Foi a palavra mágica. O Ricardo que já estava ligando o computador para navegar pela internet, conseguiu captar a mensagem e veio rápido para a cozinha.
– Viva! Se é para fazer esse sacrifício, estou pronto!
Então seo Izaias, todo cheio de filosofia, solta a cobra:
– A nossa racionalidade deve ser capaz de nos diferenciar dos demais animais.
– Ótimo! Então vamos ao sorvete, porque nunca vi um cachorro tomando sorvete. O senhor já viu, pai? – exclama o Ricardo.
– Não! – tive que concordar. Então vamos fazer esse sacrifício.
E aí começou a festa do sorvete, que por sinal estava delicioso. Qualquer hora dessas, a gente quebra a dieta e faz outro sacrifício, porque a festa do sorvete foi muito gostosa.
– Parabéns pela idéia, dona Maria. No ano que vem eu faço 53 anos!

Izaias Resplandes, 29 de maio de 2010.

terça-feira, maio 25, 2010

Meu aniversário

Hoje é meu aniversário. E o que posso dizer a respeito.
A minha existência está sendo contada pela minha geração. Fico feliz por fazer parte disso, por estar vivo e por ter uma família maravilhosa e estar cercado de pessoas que me querem bem e posso servir à sociedade do meu tempo.
Não tenho do que reclamar, mas tenho milhões de motivos para agradecer.
Obrigado por sua presença em minha vida.
Você tem feito com que ela seja mais bonita, mais significativa e com muito mais valor.
Obrigado pelas mensagens, pelos abraços, pelos telefonemas, pelo almoço em família, pelos parabéns em solo cantados por minha esposa antes que eu me levantasse.

quarta-feira, maio 12, 2010

Os pais do Beto

Missionário Isaías Almeida e sua esposa
Rosângela Lins de Almeida, os pais do Beto.


É, meu caro Beto...


Você escreveu uma linda página sobre os defeitos e qualidades de seu pais, em homenagem a sua mãe, no Dia das Mães. Mas, ao que parece, o maior defeito deles é serem virtuosos. Gostei muito do que li. Parabéns!

Reflito sobre o tema..

É certo que nossos pais tiveram seus defeitos... O meu teve, porque já está com Deus; o seu, ainda tem, porque como Paulo diz, "a perfeição" é algo para se buscar durante toda a vida terrena (Fp 3:12), ou como diz João, somente seremos perfeitos, sem defeitos, quando estivermos na presença de Deus, porque aí seremos semelhantes a ele (1 Jo 3:2).

Mas há uma coisa que é maior do que todos os defeitos: é a finalidade, o objetivo, o desejo...Nossos pais cheio de defeitos, podem ser maus, como diz o Senhor, mas eles sabem dar boas dádivas a nós, os filhos (Lc 11:13). Eles têm como finalidade da vida terrena garantir que nós alcancemos o melhor, os pontos mais altos na escalada do sucesso. Não podemos condená-los pelos seus defeitos.

Deus já decidiu que não vai condenar o mundo por causa do homem, porque ele é todo cheio de defeitos mesmo. De forma que a vida vai continuar, a videira vai dar seus frutos, as estações do ano vão acontecer (Gn 8:21-22).
E um ponto importante.
Deus aborrece o pecado, com certeza, mas Ele provou o seu amor por nós, foi quando nos amou sendo nós ainda pecadores (Rm 5:8). Deus nos ensinou a ver as virtudes do nosso próximo, o que ele tem de bom e a perdoar o que ele tem de ruim.

Defeitos? Que não os tem? Somente Deus!
Nós somos todos cheios de defeitos. Você, meu caro Beto, réu confesso, TEM O DOBRO DOS DEFEITOS DE SEU PAI. Eu não consigo quantificar os meus defeitos. Mas, da mesma forma que temos os nossos defeitos e os nossos pais têm os deles, você mesmo destacou que não consegue ter as virtudes de seu pai. E eu vivo buscando andar nos caminhos que o meu me ensinou.

Seu pai é mesmo um grande cara. Ele me perseguiu por muitos anos quando eu estava afastado de Deus. Até no meu serviço ele me importunava, quando me visitava. Não me deixou em "paz"! E dou graças a Deus por isso, porque pela sua insistência eu alcancei a paz.

Oh que paz Jesus me dá! - Canto hoje.

Seu pai foi co-responsável por essa vitória. Ele conseguiu manter acesa a chama do Espírito na minha vida; foi soprando as brasas, tirando as cinzas e o fogo acabou pegando; e hoje estou aí, como um tição aceso, instrumento de Deus na combustão do mundo. E dou muitas graças a Deus e a seu pai por isso.

Aprendi muito com seu velho, desde questões de higiene básica, até as profundidades da sabedoria de Deus. E uma das virtudes que mais aprecio no seu pai Almeida é o fato de ser sincero e positivo. Quando ele tem de falar, ele fala, de forma direta e sem rodeios.

Então eu vejo seu pai, como vejo você, sua mãe e todas as pessoas a quem eu amo, mais ou menos da mesma maneira que você falou de seu pai: como boa gente, gente de casa, gente da intimidade, pefeitas, sem defeitos e ponto final.

Mais uma vez, parabéns pela crônica sobre o Dia dos Pais. Eles são pai e mãe. Ora pai, ora mãe, sempre pais!

Abraços.

Izaias Resplandes

segunda-feira, maio 10, 2010

Parabéns, Cidinha!

Cidinha...
Ser feliz é um direito de toda pessoa. Mas aqueles que contribuem para que outros também possam ser felizes, esses merecem ser ainda mais felizes. Você é uma dessas pessoas.
Para você nunca tem tempo ruim e é daquelelas que acreditam que o mundo pode ser melhor para todo mundo.
Nós te admiramos pela sua fibra. Você tem vencido na vida praticamente sozinha. Só as pessoas de raça e coragem conseguem esse desempenho.

Queremos desejar a você um feliz aniversário. Ficaremos na torcida e pedindo a Deus para que você concretize os seus sonhos e os transforme em realidade. Você merece obter vitórias.
Continue sendo essa pessoa maravilhosa, servindo de exemplo para seus filhos e a todos nós que temos o prazer de pertencer à sua família.
Abraços da Família Resplandes: Ricardo, Mariza, Fernando e Mariana, Lourdes e Izaias.

Feliz Aniversário Tia Dalva!

Parabéns, Tia Dalva!

Você é uma das pessoas mais queridas da Família Resplandes.
Você aguenta as nossas invasões de sua casa e ainda arruma tudo da melhor forma possível para que nós possamos nos acomodar.
Você chora quando nós estamos tristes, doentes ou aflitos com alguma coisa.
Você se faz em dez para nos ajudar quando nós precisamos.
Você sacrifica sua vida por nossa causa.
Você cuida de nós, às vezes até mais do que cuida de você.
Você é mesmo a nossa TIA DALVA.

Só isso já seria suficiente para que nós te carregássemos no colo pela vida afora, como você tem feito conosco.
Mas, além disso, nós te respeitamos pela sua sabedoria e inteligência, pela sua garra e disposição para vencer, pelo seu amor pela família e pela sua amizade para conosco.
Nós queremos te ver sempre feliz.
A gente sabe que é difícil, mas nós vamos ficar sempre na torcida e pedindo a Deus para que isso te aconteça.
Queremos que ver você alegre com seu marido Adriano e com sua filha Kauanny.

Nosso feliz aniversário é mais do que um cumprimento.
É uma oração pedindo a Deus para que faça a sua vida um celeiro abarrotado e transbordante de felicidade.
Que cada dia a partir de agora seja ainda mais marcante do que os anteriores.
Que você seja bem sucedida em seus projetos e que continue tendo um lugarzinho para nós em seu coração e em sua casa.

Nós te amamos.

Abraços e beijos fraternos da sua Família Resplandes:
Ricardo, Mariza, Fernando e Mariana, Lourdes e Izaias Resplandes.

sexta-feira, maio 07, 2010

Drª Keit Diogo Neumann

Quando a gente acredita na gente, as respostas desejadas vêm. Se a gente tem dúvidas, a gente peca. Nós somos uma família de fé. Isso tinha que trazer bons resultados, senão que fé é esta? Eu não tenho palavras novas para te dizer. Meu discurso sempre foi o mesmo e não podia ser diferente, porque eu conheço a respeito de quem eu estava falando. No meu time só tem vencedores. Nós somos muito mais do que vencedores. Então vamos gritar e comemorar essa VITÓRIA trabalhando muito e arduamente, mostrando para que viemos ao mundo jurídico. Parabéns pelo seu brilhante desempenho, pela sua humildade como pessoa e ao mesmo tempo pela grandeza como aprendiz. Tudo de bom e seja mais uma vez bem-vinda ao mundo jurídico, Drª Neumann.

quarta-feira, maio 05, 2010

Dez com louvor




Ao amigo Aurélio Miranda, violeiro pantaneiro... Ao meu tio Antônio Carlos Gomes... E aos demais amigos que aniversariam nesse dia.






Amigo..

Tenha um dia abençoado com a família (esposa, filhos, parentela...). Comemore a vida; ela é única! Cada dia, deve ser degustado e retirado dele o que de melhor ele pode nos dar. E o interessante é que não há limite para essas possibilidades. Tudo é possível quando a gente acredita e luta para que se torne realidade.

A minha felicidade é ver os meus amigos felizes, de bem com vida, entusiasmados, com vontade de fazer e acontecer, cheios de esperança, de alegria, de fé... Gostaria que todos os meus amigos fossem pessoas de muita fé, para que pudessem acreditar em Deus, em si mesmos e nas possibilidades da existência.

Acredito que o simples fato de existirmos já vale nota dez. Mas se nós, com nossa criatividade e apoio daqueles que nos cercam, pudermos melhorar essa nossa vida um pouco mais, então nossa existência merecerá um dez com louvor.

Assim, nessa data, desejo que você tenha um feliz aniversário e que sua existência seja coroada com um DEZ COM LOUVOR.

Parabéns!

sábado, abril 24, 2010

O Hoje e o Amanhã

Monjolo, Pousada Boa Fé, Gal. Carneiro, MT.


Nem tudo é do jeito que nós pensamos. É importante ler, estudar, analisar, perguntar. Às vezes nós seremos surpreendidos com os resultados. A precipitação nas conclusões pode apenas nos levar a um sofrimento desnecessário. O amanhã trará respostas mais precisas. De forma que não há necessidade de ficarmos correndo atrás dos problemas futuros, pensando que eles vão surgir. O melhor mesmo é nos preocupar apenas com o hoje. Os problemas do HOJE já são muitos e, com certeza, "basta a cada dia o seu próprio mal".


Se temos que pensar no AMANHÃ, então pensemos que ele será melhor do que o HOJE, que nós realizaremos os nossos sonhos e tornaremos os nossos projetos em realidade. Pensemos que Deus estará no comando de tudo e que nada mais venha dar errado.

Bem-aventurado o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores. Antes tem o seu prazer na lei do Senhor e na sua lei medita de dia e de noite. Ele será como árvore plantada junto a ribeiro de águas e que no devido tempo dá o seu fruto (Sl 1, fragmento).

Leia mais em: http://recantodasletras.uol.com.br/mensagensreligiosas/2217191

quarta-feira, abril 21, 2010

Recado para Gláucia e Isângela




Queridas sobrinhas...




A vida é um presente de Deus para que nós desfrutemos da melhor forma possível. O desafio de cada momento consiste em retirar dele o melhor que ele pode oferecer. Assim fazendo, não deixaremos de viver nada daquilo que era possível. Graças a Deus pela nossa vida, desde que viemos ao mundo, até o nosso último instante; e graças a ele também pela vida que ainda possa nos dar. E em tudo, louvado seja o seu nome, porque Ele é bom e a sua misericórdia dura para sempre.