sexta-feira, março 03, 2006

A Primavera


Izaias Resplandes

Já chegou a Primavera.
Trouxe flores para mim,
Perfumou a minha terra,
Enfeitou o meu jardim!

E o floral?
O floral floriu.
Floresceu o floral.
A natureza sorriu
Um sorriso natural
O pé de mal-me-quer
Está todo bem querer
Só há flor de bem-me-quer
Coisa linda de se ver
E o floral?
O floral floriu.
Floresceu o floral.
A natureza sorriu
Um sorriso natural

E o beija-flor?
O beija-flor está em festa,
Pulula de flor em flor
Buscando ver entre essas
A razão do seu amor.

E o floral?
O floral floriu.
Floresceu o floral.
A natureza sorriu
Um sorriso natural

Poxoréo, MT, 08/02/2004.

3 comentários:

Luiz Roberto Lins Almeida disse...

aqui em campão não distingo mto bem primavera de outono ou inverno, mas as imagens do seu texto estão ótimas.

Fernando disse...

o senhor nem sabe, mais lendo os versos q falam que o floral floriu, lembreime do Ricardo, em sua poesia "A diferença entre o verde da Couve e da Rúcula" hauihauihaiuahuia, rolei de rir, qdo lembrei

Prof. Izaias Resplandes disse...

Um dia, eu vou interpretar esse texto e tenho certeza que vou descobrir mensagens profundas nas entrelinhas, nas figuras... Hoje, deixo apenas a simplicidade. Tal qual a do Ricardo ao dizer que "o verde da couve é mais verde, mais verde, mais verde que o verde da rúcula". É claro que isso é profundo. É preciso ter olhos e ser capaz de ver, embora em princípio pareça ser evidente. Tenho certeza que muitos ainda não perceberam essa obviedade. Obrigado pelos comentários. Algum dia escrevo algo melhor. Abraços.